NA FRENTE DO ESPELHO

eu ficava me olhando, minutos a fio. Devia ter uns sete anos. Eu já ia à escola, isso lembro bem. Pensando hoje, era como se eu me auto-hipnotizasse. Digo isso porque me vinham algumas perguntas à mente. A principal delas era: Quem é essa menina que eu vejo aqui na minha frente? É a Ana … Continue lendo NA FRENTE DO ESPELHO