ESTÁVAMOS NUM PRÉDIO

grande, por onde era possível passear; era aqui em São Paulo. Foi ficando de noite, subimos os andares, acompanhando uma excursão (de japoneses, ao que tudo indica). Uma professora era a guia, contando a história de alguém que fugiu da segunda guerra. Chegamos ao topo, subindo de mãos dadas. Muita gente ali - moradores, visitantes? … Continue lendo ESTÁVAMOS NUM PRÉDIO

UM VÍRUS ENTROU

no meu computador. Sem saber exatamente como, ele começou a se multiplicar. Eram ícones com carinhas de personagens de uma história, alguns ainda transparentes, prestes a nascer: todos eles se organizavam para dissolver os arquivos do meu computador. Lançaram a ameaça - eu tinha pouco tempo. Um amigo resolve me ajudar e encontra o cronograma … Continue lendo UM VÍRUS ENTROU

DESCIA A RUA

Paim e no meio das demolições todas descobriram uma igrejinha no fundo de uma casa, em estilo neogótico. Ela seria demolida também? Não pude saber. Só via subindo a rua uma procissão grande, com muitas crianças. Mais para baixo, outras crianças não participavam da procissão, mas jogavam bola. Parecia que quem acompanhava a procissão era … Continue lendo DESCIA A RUA

O QUE É PRÊT?

há o substantivo e o adjetivo: o primeiro, derivado do verbo prêter, emprestar, deixar algo à disposição de alguém por um tempo determinado; o segundo, o estado de algo preparado, feito, pronto. Um pouco diferentes no sentido, os dois surgem do latim praesto: à disposição, à mão, aqui presente. Em português, o equivalente mais próximo … Continue lendo O QUE É PRÊT?

EU SONHAVA

e não queria acordar; alguém me chamava; eu respondia que estava sonhando. Esforcei-me muito para sair do sono. Quando saí percebi que estava em outro sonho, também deitada na cama, esperando acordar. Dessa vez foi mais fácil acordar - dois minutos antes de realmente me chamarem.